Inês Henriques denuncia «assédio sexual» no treino em Rio Maior

By | April 26, 2022

A marchadora olímpica portuguesa Inês Henriques denunciou, esta segunda-feira, uma situação de «assédio sexual durante o treino» que se preparava para realizar na estrada da Caniceira, em Rio Maior, seu local habitual de treinos, relatando que um homem chegou mesmo a mostrar-lhe o pénis.

«Por norma, sou simpática com todas as pessoas e dei os bons dias. Ele olhou, parou e perguntou-me se era atleta. Respondi que sim e estávamos a ter uma conversa circunstancial, senti que se estava a aproximar muito de mim e afastei-me e continuei a preparar-me para o meu treino. Abri o carro, para tirar as sapatilhas e, quando olho para ele, isto tudo em menos de dois ou três minutos, o indivíduo já estava a exibir o pénis», revelou Inês Henriques, de 41 anos, através das redes sociais.

Admitindo que ficou «apreensiva e com medo da situação», Inês defendeu a necessidade de denunciar o acontecimento.

«Piropos às vezes acontecem, não gosto! Porque estou a fazer o meu trabalho e gosto de ser respeitada, mas infelizmente tornou-se uma coisa banal. Uma situação destas é de deixar-nos apreensivas e com medo! E se nos tira a nossa tranquilidade tem que ser denunciada», escreveu.

A atleta do Clube de Natação de Rio Maior, que aguardava pelo treinador Jorge Miguel, disse ter «reagido com palavras agressivas», pois «não admitia tal falta de respeito».

Depois do sucedido, Inês apresentou apresentou queixa na GNR assumindo que, caso o veja novamente, só poderá identificar o prevaricador, «que não avançou e foi-se embora».

Inês Henriques é campeã da Europa em Berlim2018 e do mundo em Londres2017 nos 50 quilómetros marcha. Foi ainda 20.ª em Atenas2004, 15.ª em Londres2012 e 12.ª no Rio2016.M

See also  La doyenne Annemiek van Vleuten remporte Liège-Bastogne-Liège